Palavras Entressonhadas

quinta-feira, 8 de março de 2012

RESUMO DA OBRA “ULISSES”

Ulisses vivia na ilha de Ítaca, onde era rei. Ele vivia com Penélope, sua esposa, e com Telémaco, seu filho. Ulisses era um homem valente, mas pacífico, manhoso e muito inteligente.
Certo dia, o príncipe troiano Páris raptou a rainha grega de nome Helena e os gregos resolveram entrar em guerra para a resgatarem.
Ulisses, embora contrariado, teve de embarcar para Troia.
O cerco a Troia durou perto de dez anos. Farto da guerra e cheio de saudades do seu reino, Ulisses teve a excelente ideia de mandar construir um cavalo de pau, onde ele e alguns marinheiros se esconderam, para conseguir entrar nas muralhas de Troia.
O plano correu bem  e depois de resgatarem Helena  zarparam rumo a Ítaca.
No regresso a Ítaca, o barco de Ulisses  foi parar a uma ilha do Arquipélago da Ciclópia, que era habitada por um ciclope muito violento e que era devorador de homens.
Dentro da gruta de Polifemo, Ulisses e os seus companheiros, depois de muita luta, cegaram o ciclope e conseguiram escapar atados a ovelhas.
Já na Ilha da Eólia, o rei Éolo ofereceu a Ulisses um saco com todos os ventos violentos do mundo e disse-lhe para não o abrir, pois se o fizesse libertaria todos os ventos e iria naufragar.
Os marinheiros de Ulisses, curiosos, decidiram abrir o saco e então os ventos libertaram-se e eles foram novamente parar à Ilha da Eólia. O rei, furioso com a desobediência deles, não os ajudou e mandou-os embora.
À deriva pelos mares foram parar à Ilha de Circe, uma feiticeira muito poderosa, que transformou os companheiros de Ulisses em porcos.
Minerva, protetora de Ulisses, apareceu e deu-lhe a erva da vida para ele poder escapar ao feitiço de Circe.
Circe apaixonou-se por Ulisses, mas como não era correspondida, resolveu, passados anos, libertá-lo a ele e aos seus marinheiros e deu conselhos para poderem prosseguir viagem.
Ulisses seguiu o conselho de Circe e dirigiu-se para a Ilha dos Infernos, onde falou com sua mãe e com o profeta Tirésias que lhe contaram o que se estava a passar no seu reino.
Depois de conhecer a situação do seu reino, zarparam rumo ao Mar das Sereias. Os marinheiros colocaram cera nos ouvidos para não serem enfeitiçados pelo canto das sereias. Ulisses não o fez e pediu para ser amarrado com cordas muito grossas ao mastro principal do barco, porque queria ouvir o canto das sereias. As sereias imitaram a voz de Penélope  tentando atrair  Ulisses para o fundo do mar. Graças à sua valentia e muito sofrimento, Ulisses conseguiu fazer a travessia do mar sem se deixar enfeitiçar.
Novamente a caminho de Ítaca, o barco de Ulisses passa por dois enormes rochedos, tendo toda a tripulação morrido num naufrágio. Só Ulisses sobreviveu e foi parar à terra dos Feácios, onde foi bem recebido pelo Rei Alcino da ilha da Córcira. Depois de saberem quem ele era, levaram-no num barco para Ítaca. Entretanto, Ulisses devido ao cansaço, adormeceu e quando acordou viu-se novamente sozinho, abandonado numa praia.
Deparou-se com a Deusa Minerva que lhe disse que, finalmente, ele estava no seu reino. Depois de o pôr a par da situação, Minerva transformou Ulisses num mendigo para ninguém o reconhecer. Ninguém o reconheceu, à exceção de Euricleia e do seu cão Argus. Ulisses deu-se a conhecer a Telémaco e juntos combinaram uma estratégia para expulsar e matar todos os pretendentes à mão de Penélope.

Penélope só reconheceu Ulisses depois de o ver a lutar por ela e viveram felizes para o resto da vida…

TRABALHO DE GRUPO
TURMA C - 6ºANO
MARÇO, 2012

2 comentários:

bruna rosa disse...

olá , obrigado pello resumo , vou ter teste terça , e acho que me ajudou , uma curiosidade , tambem sou de um " 6 º c " como pude observar :))
se puderem seguir o meu blog agradeço porque ja vou segui r o seu
obrigado por tudo

bruna rosa disse...

olá , obrigado pello resumo , vou ter teste terça , e acho que me ajudou , uma curiosidade , tambem sou de um " 6 º c " como pude observar :))
se puderem seguir o meu blog agradeço porque ja vou segui r o seu
obrigado por tudo